O elogio de Monteiro Lobato à KKK

sexta-feira 29 de abril de 2011

CONFISSÕES DE LOBATO

A revista "Bravo!" publica em maio cartas inéditas do escritor Monteiro Lobato. "Um dia se fará justiça ao Ku Klux Klan; tivéssemos uma defesa dessa ordem, que mantém o negro no seu lugar, e estaríamos livres da peste da imprensa carioca -mulatinho fazendo o jogo do galego, e sempre demolidor porque a mestiçagem do negro destrói a capacidade construtiva", escreveu em 1938 o escritor, censurado pelo governo por racismo.

Por Stanley Burburinho

"Monteiro Lobato também foi o autor do controverso ‘O Presidente Negro’, escrito com o objetivo de fazer sucesso na América do Norte. Deu azar porque os editores americanos não quiseram publicar. Naquela altura os livreiros de lá estavam descartando obras com conotações racistas.(...)

Decepcionado, Monteiro Lobato escreveu de Nova York para um de seus amigos, o literato Godofredo Rangel, conforme publicou o jornalista Arnaldo Bloch: “Meu romance não encontra editor (…). Acham-no ofensivo à dignidade americana (…), errei vindo cá tão verde. Deveria ter vindo no tempo em que eles linchavam os negros”.

Fonte: http://www.advivo.com.br/blog/luisn...

Fonte: http://www.conversaafiada.com.br/br...

apoio Apoio da Fundação Ford

Créditos | Admin