Mulheres Negras lançam manifesto e anunciam marcha para 2015

sexta-feira 25 de julho de 2014

Mobilização nacional acontecerá em Brasília, em 13 de maio de 2015 – Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo.

No Dia da Mulher Afro-latino-americana e Afro-caribenha, 25 de julho, ativistas e organizações dos movimentos de mulheres negras e negro, anunciam a realização da Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver Viver. A mobilização nacional acontecerá, em Brasília, em 13 de maio de 2015 – Dia Nacional de Denúncia contra o Racismo.

O anúncio é feito por meio de manifesto em que avaliam o impacto do racismo na vida de 49 milhões de mulheres negras, 25% da população brasileira. “Somos atingidas diariamente mediante a conivência do poder público e da sociedade, com a manutenção de uma rede de privilégios e de vantagens que nos expropriam oportunidades de condição e plena participação da vida social”, consideram no documento.

Este é o primeiro em que o Dia da Mulher Negra entrou para o calendário oficial, conforme a Lei nº 12.987, por meio da figura histórica da quilombola Teresa de Benguela. Contudo, 25 de julho é comemorado pelas mulheres negras desde 1992, quando da realização do I Encontro da Mulher Negra da América Latina, ocorrido na República Dominicana.

Conforme o manifesto, nessa data as mulheres negras têm como objetivo “visibilizar a incidência do racismo e do sexismo em nossas vidas, assim como as nossas estratégias de sobrevivência, nosso legado ancestral e nossos projetos de futuro e afirmar que a continuidade de nossa comunidade, da nossa cultura e dos nossos saberes se deve única e exclusivamente, a nós, mulheres negras”.

Saiba todos os detalhes em www.2015marchamulheresnegras...

Fonte: consciencia.net

apoio Apoio da Fundação Ford

Créditos | Admin