Movimento negro discute Plano Brasil-EUA para promoção da Igualdade Racial

quarta-feira 23 de março de 2011

Nesta quarta, 23 de março, às 17h, organizações do movimento negro brasileiro e estadunidense se encontrarão, na Casa do Benin, no centro de Salvador, para discutir o Plano de Ação Conjunta Brasil-Estados Unidos para a Promoção da Igualdade Étnica e Racial (JAPER).

O acordo diplomático, assinado pelos dois países em 2008, visa realizar ações governamentais nas áreas de educação, saúde, cultura e comunicação, justiça ambiental e segurança pública. Espera-se que o Plano JAPER, que ainda segue a passos lentos, deva ser impulsionado esse ano com a declaração da ONU de que 2011 é o Ano Mundial dos Afrodescendentes e a visita do presidente Barack Obama que aconteceu nos dias 19 e 20 em Brasília e no Rio de Janeiro.

Na pauta das reuniões, informes sobre a atuação da sociedade civil frente às ações governamentais do Plano e apresentação da versão inicial do portal JAPER, um espaço virtual colaborativo criado para monitoramento do Plano por organizações sociais e que visa também facilitar o diálogo entre projetos sobre a questão racial dos dois países. A expectativa é que as organizações presentes possam dar sugestões para o desenvolvimento final do site e que seja criado um comitê editorial para produção de artigos e matérias. O portal pretende ser também um espaço para realização de conferências online com os segmentos sociais envolvidos com o JAPER nos dois países.

Ontem no Rio, lideranças negras daquele estado participaram de encontro para discutir o Plano em evento promovido pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial do Rio de Janeiro (COJIRA-RJ) em parceria com a produtora Elo. Estavam presentes o coordenador da CEPPIR - Coordenadoria Especial de Promoção da Política de Igualdade Racial do Rio de Janeiro, Carlos Medeiro; o advogado e ex-ouvidor da Seppir, Humberto Adami; a pesquisadora Elisa Larkin Nascimento; a empresária Daise Rosas; a jornalista Angélica Basthi; a médica Jurema Werneck da ONG Criola, dentre outros.

Já no dia 24/03, será a vez da cidade de São Paulo, quando as organizações se reunirão no Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, no Centro da cidade, às 17h. As reuniões são abertas ao público em geral.

Para essas reuniões, foram convidados os professores e ativistas Kimberle Crenshawn e Clarence Lusane, pontos focais para a sociedade civil do JAPER nos Estados Unidos, além de serem reconhecidos pesquisadores da questão racial nos Estados Unidos. Kimberle é professora da Columbia University e um dos nomes mais importantes da "Teoria Crítica de Raça" nos EUA. É também fundadora do African American Policy Forum, um instituto dedicado a questão racial, justiça, gênero e direitos humanos sediado na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). Já Clarence Lusane é Phd em Ciências Políticas pela Howard University e há mais de trinta anos escreve sobre direitos humanos, raça e relações internacionais. Clarence é autor do recém publicado livro “The Black History of The White House” sobre as relações raciais na política estadunidense.

Também foram convidados para os encontros os órgãos governamentais envolvidos com o Plano para falarem sobre seus planejamentos para o JAPER em 2011, como a Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e Embaixada dos EUA. Para Altair Lira, coordenador geral da Federação Nacional das Associações de Pessoas com Doença Falciforme (FENAFAL) e um dos pontos focais da sociedade civil brasileira, este encontro será um importante momento para articular o movimento negro em várias partes do país em torno do JAPER “não somente para o conhecimento sobre o Plano Brasil-EUA, mas para ampliar a base de discussão do mesmo na sociedade. Este é o momento da análise e discussão das propostas e uma ótima oportunidade de articulação social entre grupos com interesses tão afins quanto a comunidade afro-brasileira e a afro-americana”.

O quê? Encontro da Sociedade Civil para discutir o Plano JAPER

Quando? 23 e 24 de março nas cidades de Salvador e São Paulo, respectivamente.

Informações: japerbrasil@gmail.com

Evento aberto ao público

Endereços:

Salvador (23/03) às 17h: Casa do Benin - Rua Padre Agostinho, 19. Pelourinho.

São Paulo (24/03) às 17h: Auditório Espaço da Cidania da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidania do Estado de São Paulo. Pátio do Colégio, 184

Fonte: Mídia Étnica

apoio Apoio da Fundação Ford

Créditos | Admin