Conaq lançará Campanha Nacional em Defesa dos Direitos Quilombolas

quarta-feira 3 de agosto de 2011

A Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq) lançará a Campanha Nacional em Defesa dos Direitos Quilombolas. O pré-lançamento ocorrerá durante o IV Encontro Nacional das Comunidades Quilombolas que acontece a partir desta quarta-feira (03/08), no Rio de Janeiro. O encontro faz parte das comemorações do 15° aniversário da organização.

Desde a sua criação, a Conaq está entre os mais ativos agentes do movimento negro, na luta pelo direito a terra, garantindo a permanência de centenas de quilombos pelo Brasil. Simboliza o movimento nacional das Comunidades Negras Rurais Quilombolas que unidos pela força da identidade étnica, defendem territórios que vivem sob constantes ameaças de invasão.

A Fundação Cultural Palmares (FCP) é parceira do evento desde seu primeiro momento e apoia a participação das instituições participantes em suas ações. De acordo com Alexandro Reis, diretor do Departamento de Proteção ao Patrimônio Afro-Brasileiro da FCP, os 15 anos da Coordenação representam a luta legítima em defesa não apenas dos territórios, mas também de toda a cultura envolvida nos espaços de quilombos. Reis, reforça ainda que o encontro do qual participará, acontece em um momento importante, pois o Supremo Tribunal Federal (STF) está prestes a julgar a constitucionalidade do Decreto n° 4.887 que regulamenta os procedimentos relativos à titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos. “É o momento para se planejar ações que atendam a essas comunidades e uma campanha direcionada à realidade quilombola ajuda o governo, a sociedade civil e os municípios na compreensão, valorização e proteção de sua cultura”, ressalta.

EM DEFESA DOS QUILOMBOS – De acordo com Ronaldo dos Santos, coordenador executivo da Conaq, as pessoas enxergam os quilombos como algo distante, ainda do período colonial. “O cidadão comum precisa saber que os quilombos existem e que têm cultura e direitos como todos os demais cidadãos”, pontua.

A campanha terá seu lançamento oficial no dia 20 de novembro, data em que se comemora o Dia da Consciência Negra. Ronaldo explica que durante dois anos serão realizadas atividades públicas onde será possível conhecer mais sobre os quilombos brasileiros. “As personalidades que aderirem à iniciativa levarão o tema às agendas negras para que os quilombos tenham repercussão no conjunto da sociedade”, afirma.

IV ENCONTRO NACIONAL – O IV Encontro Nacional das Comunidades Quilombolas que tem início nesta quarta-feira, 3 de agosto, prevê o fortalecimento da luta pelo direito à terra, ao desenvolvimento sustentável, à igualdade e à dignidade. Ao longo do encontro, as comunidades participarão de debates sobre políticas públicas de valorização e proteção dos quilombos e questões étnicas, além da reflexão, avaliação e amadurecimento da luta e resistência pelas causas quilombolas.

Confira a programação do evento: http://www.conaq.org.br/

apoio Apoio da Fundação Ford

Créditos | Admin