"Céu Sem Eternidade" para pensar os direitos quilombolas

segunda-feira 17 de outubro de 2011

Um embate entre tradição e modernidade, um experimento audiovisual de caráter poético e antropológico que explora as narrativas das comunidades quilombolas de Alcântara, no Maranhão. Há mais de trinta anos, os quilombolas estão em conflito com o Projeto Espacial Brasileiro, que instalou uma base de lançamento de foguetes em uma área que os quilombolas ocupam há cerca de três séculos. O documentário "Céu Sem Eternidade" é uma criação coletiva da Oficina Audiovisual de Alcântara, coordenada pela cineasta Elliane Caffé.

Confira a programação completa da 6ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul que acontece no Cine Líbero Luxardo, no centur, de 19 a 23 e de 26 a 30 de outubro. A entrada é gratuita.

Prestigie o cinema da América do Sul!

apoio Apoio da Fundação Ford

Créditos | Admin